mahungu

Total Pageviews

Blog Archive

Pesquisar

Com tecnologia do Blogger.

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Fashion

Music

News

Desporto

Cupido

Technology

Featured

Videos

Seguidores

Translate

INSCREVA-SE

Nova Onda

Paulo Zucula condenado a catorze meses de prisão (Multa)

Paulo Zucula condenado a catorze meses de prisão
Share it:
Paulo Zucula condenado a catorze meses de prisão, convertidos em multa O antigo Ministro dos Transportes e Comunicações foi sentenciado, nesta segunda-feira, pelo Tribunal Judicial de Nhlamankulu, a 14 meses de prisão convertida em multa.

 Na leitura da sentença, a Juiza disse que pesavam sobre Paulo Zucula os crimes de abuso de cargo e remuneração indevida aos funcionários do Estado.

A remuneração indevida autorizada pelo antigo ministro, segundo a acusação, cifra-se em mais de dois milhões e 250 mil Meticais. De recordar que Paulo Zucula negou diante da juíza Zvika Cossa no passado dia 6 de Março que competia a ele, na qualidade de ministro, colher o parecer do seu homólogo das Finanças para viabilizar o pedido de aumento de subsídios.

No entender do antigo titular da pasta dos Transportes e Comunicações, cabia ao Conselho de Administração e ao Conselho Fiscal do IACM tramitar o expediente de modo a obter o parecer conjunto.
Entretanto, ouvido como declarante, o antigo presidente do Conselho de Administração do IACM Aníbal Samuel desmentiu o ex-ministro dizendo que era da sua competência remeter o expediente ao ministro das Finanças para um parecer, à semelhança do que acontecera da primeira vez que foram fixados subsídios.

 “Dessa vez, o seu antecessor, o ministro António Munguambe, submeteu a proposta ao ministro das Finanças e só depois disso é que autorizou o pagamento. O ministro Zucula devia aprovar depois de ouvir o ministro das Finanças, mas não o fez”, disse o antigo PCA do IACM.

 Além de Paulo Zucula, no mesmo processo, foi condenada a ré Lucrécia Ndeve, ex-directora-geral do Instituto de Aviação Civil de Moçambique, IACM, a seis meses de uma pena substituída em multa e as outras duas rés foram absolvidas.

 Entretanto, os advogados de Paulo Zucula e Lucrécia Ndeve dizem que ainda vão analisar as sentenças depois decidiram se irão recorrer. (RM)
Share it:

sociedade_mocambicana

Post A Comment:

0 comments:

Desporto Internacional

Desporto

Desporto Moçambicano

Desporto