segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Longos boletins de voto em Maputo, Matola, Nampula

 Apenas os três partidos com assentos parlamentares (Frelimo, Renamo, MDM) concorrem para  todas  as  53  autarquias  do  país.

Mas  há  outros  pequenos  partidos,  coligações  e grupos  de  cidadãos  eleitores  proponentes  que  concorrem  em  15  municípios.

As  cidades  de Maputo (13 candidaturas), Matola (8) e Nampula (7) atraíram mais pequenos concorrentes.

O Partido AMUSI, que apareceu pela primeira vez nas eleições intercalares de Nampula, agora concorre para todas as 7 autarquias da província de Nampula.

As  listas  provisórias  das  candidaturas  aceites foram    afixadas    pela    Comissão    Nacional    de Eleições   (CNE)   na   passada   sexta-feira   (17), iniciando    logo    o    período    de    reclamações, impugnações.

Dalistas  provisórias,  apurou-se  que  a  CNE aceitou  mais  duas  candidaturas  submetidas  nas comissões    provinciais    de    eleições,    que    não constavam  da  primeira  lista  que  publicamos  na segunda-feira.

 A  CNE  só  recebeu  as  candidaturas apresentadas  localmente,  mais  tarde.  Trata-se  da lista  de  Cidadãos  Eleitores  Apartidários  de  Nacala (CEAN) que concorre para o município de Nacala, e da  Associação Moçambicana de Amor a Justiça, Paz  e  Solidariedade  (AMAJPS)  que  concorre  na cidade de Nampula.

Há  duas  listas  que  apresentaram  candidaturas e foram rejeitadas. A CNE não explicou a causa da rejeição.

Trata-se do Partido Movimento Alternativo de Moçambique (PANAMO) e Movimento Nacional para   Recuperação   da   Unidade   Moçambicana (MONARUMO).

A  Renamo  boicotou  as  eleições  municipais de 2013.  A  Frelimo  e  o  MDM  ganharam,  neste  ano, todos  os  assentos  das  assembleias  municipais, exceptuando 9, que foram ganhas pelo ASSEMONA  (7  assentos)  em  Angoche,  PAHUMO (1  assento)  em  Nampula  e  um  grupo  de  cidadãos (1 assento) em Chiure (Cabo Delgado).

O grupo de cidadãos    de    Chiure    e    a    ASSEMONA    não concorrem   este   ano.   Aparentemente   parte   dos activistas  da  ASSEMONA  integram  a  AMUSI,  que concorre  para  todas  as  7  autarquias  de  Nampula.

O  candidato  da  AMUSI  nas  eleições  intercalares de  24  de  Janeiro  em  Nampula,  obteve  4.3%  dos votos.Em  2013  concorreram  12  listas  em  Maputo,  9 na Matola e 5 em Nampula.

Em Maputo em 2013, as    outras    listas    (excepto    Frelimo    e    MDM) conseguiram todas juntas, 3.05% dos votos.


Partidos políticos moçambicanos que concorrem em todas as 53 autarquias

VEJA MAIS INFORMAÇÕES CLICANDO AQUI

FONTE: CIP


Local: Moçambique

0 comentários:

Enviar um comentário