domingo, 19 de agosto de 2018

Lista de AJUDEM encabeçada por Samora Machel Júnior pode ser reprovada pela CNE

Três candidatos pela AJUDEM retiram seus nomes da lista alegando falta de consulta prévia e falsificação de assinaturas e documentos pessoais.

Um grupo de três cidadãos filiados na Associação Juvenil AJUDEM submeteu uma petição à CNE solicitando a retirada dos seus nomes da candidatura encabeçada por SAMORA MACHEL Jr.

Os visados alegam que tomaram conhecimento da participação na lista de Samito através da Redes Sociais.

De acordo com Roberto Luís Sipechele, um dos cidadãos visados, revelou o facto na Rádio Moçambique nesta sexta-feira, em Maputo.


"Não é novidade, eu apanhei através dos colegas a me dizer que estão ver o meu nome nos sites em que eu consto numa lista de uma Associação de Jovens que chama-se AJUDEM", revelou Roberto Sipechele.

Roberto Luís Sipechele que agora apoia a candidatura de Eneias Comiche, avançou ainda dizendo.
"Eu juntamente com a minha família nos distanciamos disso porque aquilo que são as normas e directivas do Partido e que nós temos que cumprir.
A partir do momento que é realizada uma sessão e quando se realiza a sessão ficam apurados os candidatos, Cabeça de lista é uma pessoa e quem é a pessoa camarada ENÉAS DA CONCEIÇÃO COMICHE", disse Sipechele.

Roberto Sipechele disse não entender como alguns documentos pessoais foram obtidos para obtidos para constar da lista candidatura de SAMORA MACHEL Jr pela AJUDEM.

"Em outros requisitos naquilo que eu sei das normas, devia ter atestado de residência, ter registo criminal, agora admiro como é que essas coisas eles apanharam aonde, como é que eles trataram não sei. Isso é o ponto que me preocupa, porque para submeter à CNE, tem que ter esses todos requisitos aqui e aquilo que se chama declaração de aceitação e assumir que sim, estou a assumir isto, não entendo", desabafa  Sipechele.

Não sabemos se realmente houve falsificação dos documentos e assinaturas ou estes três cidadãos estão a ser instrumentalizados para destruírem este movimento Juvenil , mas aguardamos a analise da Comissão Nacional de Eleições.

(Fonte: RM).








Local: Maputo, Moçambique

0 comentários:

Enviar um comentário