INSCREVA-SE

Total Pageviews

Pesquisar

Seguidores

Nova Onda

FIM DE UM SONHO, FIM DA CANDIDATURA DE SAMORA MACHEL JR.

Ajudem afastado da corrida eleitoral
share this
A comissão Nacional de Eleições Rejeitou por completo a candidatura de AJUDEM nas eleições de Outubro de 2018. Cumprindo com a lei tal como cita o seguinte Artigo.








Artigo 21

(Verificação das candidaturas e publicação das listas aceites e rejeitadas)

 1.  A comissão Nacional das Eleições procede a verificação dos processos individuais das candidaturas, quanto a sua regularidade, autenticidade dos documentos que os integram e a legibilidade dos candidatos, com o processo de recepção. 2. Findo o período de apresentação de candidaturas a comissão Nacional de eleições procede, no prazo de trinta dias subsequentes a elaboração das listas dos candidatos aceites e rejeitados e, por competente deliberação decide pela aceitação e rejeição da candidatura.  3.  Nos casos da rejeição da candidatura a deliberação pela qual a Comissão Nacional de Eleições decide, indica as razoes e fundamentos da mesma.  4.  O presidente da Comissão Nacional de Eleições nos 3 dias subsequentes ao termino do prazo previsto no numero 2, manda afixar, no lugar de estilo das suas instalações copias da Deliberação da aceitação ou rejeição de candidatura.

Paulo Cuinica explicou que a AJUDEM não reuniu os requisitos previstos no artigo 23 [rejeição definitiva da lista] da Lei n.º 7/2018, de 3 de Agosto.

De salientar que foi a votação que fez com que a associação AJUDEM não passasse tal como aconteceu com o caso Venâncio Mondlane.

Segundo a cláusula acima mencionada, a lista de um partido político, coligação e grupo de cidadãos é definitivamente rejeitada se não perfizer o número de candidatos efectivos e de pelo menos três suplentes.

Artigo 23
(Rejeição definitiva da lista)
A lista de candidatura de um partido politico, coligações de partidos políticos ou grupos de cidadãos eleitores proponentes e definitivamente rejeitada se, por falta de candidatos suplentes na lista apresentada a Comissão Nacional de Eleições ate o termo do prazo de propositura, não for possível perfazer o numero legal dos candidatos efectivos e de pelo menos tres suplentes.

E assim caiu o pano que ia levar os Maputenses a liberdade

share this

politica_mocambicana

sociedade_mocambicana

Post A Comment:

0 comments:

Desporto Nacional e Internacional

Desporto

VAGAS DE EMPREGO