INSCREVA-SE

Total Pageviews

Pesquisar

Seguidores

Nova Onda

FILME MOÇAMBICANO CANDIDATO A NOMEAÇÃO PARA ÓSCAR

share this
Comboio de Sal e Açúcar”, do realizador Licínio Azevedo, é o filme  candidato de Moçambique a uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro, revelou a produtora Ukbar Filmes.
É a primeira vez que Moçambique submete uma candidatura àquele prémio norte-americano de cinema.
“Comboio de sal e açúcar”, que se estreia nos cinemas portugueses na quinta-feira, é a adaptação do romance homónimo escrito por Licínio Azevedo, passado durante a guerra de 16 anos em Moçambique e que narra a história de uma enfermeira que se apaixona por um militar numa viagem de comboio.
Descrito como um “épico moçambicano”, o filme é um trabalho conjunto da produtora portuguesa Ukbar Filmes e da moçambicana Ébano Multimédia, num país com escassa produção cinematográfica de ficção.
Nascido no Brasil em 1951 e radicado em Moçambique, Licínio de Azevedo está ligado ao cinema deste país africano desde os anos 1970.
É autor de mais de 20 filmes, destacando-se “A colheita do Diabo”, um dos primeiros filmes que rodou, em 1988, com ex-combatentes da Frelimo, e “Desobediência” (2002), rodado em vídeo com não-actores.
Licínio de Azevedo viveu em Portugal e na Guiné-Bissau, antes de chegar a Moçambique, onde trabalhou com Ruy Guerra, Luís Carlos Patraquim, Jean Rouch e Jean Luc Godard.
A 90.ª cerimónia dos Óscares está marcada para 04 de Março de 2018 em Los Angeles, Estados Unidos, mas o prazo de candidatura para o Óscar de melhor filme estrangeiro termina na próxima segunda-feira, 02 de Outubro.
Os nomeados serão anunciados a 23 de Janeiro.
share this

cultura_mocambicana

Post A Comment:

0 comments:

Desporto Nacional e Internacional

Desporto

VAGAS DE EMPREGO